__celebrando

Para quem não se ofende com a verdade

Se é de seu costume se ofender com a verdade, sem os artifícios do gênero politicamente correto, por favor não leia. Se decidir ler, você pode até descurtir a página, mas não reclame depois nos comentários.

Aceita qualquer coisa? Fique tranquilo, a vida vai lhe dar qualquer coisa.

O que você busca é apenas sobreviver? Ok, isso não é tão difícil. Você vai conseguir sobreviver.

Quer o melhor? Trabalhe por nada menos que isso, sem planos B, e você terá alguma possibilidade de conquistar o melhor.

Qual é a fonte que define o rumo do destino de cada um?

Mentalidade medíocre gera resultados medíocres. Mentalidade vitoriosa, maiores as chances de conquistar resultados acima da média. A razão é simples: uma mentalidade vitoriosa persegue, como o ar que respiramos, os meios para alcançar o conhecimento necessário até consegui-los. Sem essa mentalidade vitoriosa, restam apenas justificativas, coitadismos, vitimismos e falta de iniciativa.

Onde aprender a ter uma mentalidade medíocre? Na escola, na religião mecanizada, nas rodas de bar, nos discursos de campanhas eleitorais, na televisão, na maioria das timelines das redes sociais, na universidade… A mentalidade medíocre está por toda parte, já que desde cedo fomos catequizados na escola para acreditarmos que o bom é estar na média. Mediocridade é estar na média.

Onde aprender a ter uma mentalidade vitoriosa? Na realidade, a pergunta está mal formulada. A pergunta correta seria “com quem aprender a ter uma mentalidade vitoriosa?” Com os que chegaram lá, com os que não seguiram as massas, com os que não ficaram apenas na teoria e colocaram corajosamente seu conhecimento na prática. Só é possível aprender como ter uma mentalidade vitoriosa com os vencedores. No lugar mais alto do pódio não existe espaço para teorias vazias e discursos baratos. O passaporte para subir neste lugar que poucos alcançam são os resultados concretos e não diplomas pendurados na parede.

Alguns pensam assim: “Mas, Flávio, como vou ter acesso a essas pessoas vitoriosas? Isso é muito difícil e geralmente elas são inacessíveis”. Para ter acesso a essas pessoas, com a tecnologia, basta ter acesso ao que essas pessoas pensam, como elas se comportam e como lidam com as adversidades que fazem com que o ser humano comum desista de seus projetos.

Como é o comportamento dos vitoriosos? Isso é o que importa. Através de materiais biográficos, redes sociais e conteúdos produzidos por eles, você tem acesso a essas pessoas como nenhuma outra geração teve.

Para finalizar, peço mais uma vez que, por favor, não se ofenda. Para os que ainda não entenderam, vou ser mais claro. Para fazer 1 milhão de reais em um ano, trabalhando honestamente, eu precisaria apenas de 30 mil reais de capital inicial em qualquer cidade do Brasil para iniciar pequeno com um projeto empresarial e crescer gradativamente ao longo do tempo. Como? Já falei aqui em meus posts várias vezes. Não importa o produto ou serviço. Isso é secundário. A essência dessa certeza que tenho e coloco na prática através de meus empreendimentos é que tento transmitir aqui pra vocês todos os dias. Aí está o valor que poucos conseguem sequer alcançá-lo e o tratam de forma limitada como se fosse uma teoria sensacionalista.

O conhecimento que distribuo diariamente aqui em meus textos e vídeos está permeado dessa convicção que contraria o modelinho medíocre que essa sociedade apresenta aos jovens, condicionando-os a resultados pífios e fazendo-os ainda acharem que tudo isso é normal. Antes de tudo, é preciso sair da conformidade. Sem isso, tudo continua na mesmice.

A prova do que estou escrevendo é que desde que fundei o GV em 2011 vendi uma empresa que havia fundado há 18 anos por cerca de 1 bilhão de reais (2013) e, de lá para cá, em menos de 2 anos, comprei outra empresa nos EUA que já vale mais do que a primeira que vendi no Brasil no ano passado. Além disso, outras empresas que fundei no último ano também já decolaram. Essa é a diferença.

Não sou filósofo, teórico ou escritor de autoajuda. Sou um empresário que saiu do zero e que não me conformo em apenas desfrutar de minhas conquistas, o que seria legítimo. Ninguém será capaz de me convencer do contrário. Você pode fazer o mesmo, uma vez que se livre da mentalidade tóxica, medíocre e requentada distribuída pela sociedade e costumeiramente aceita de forma passiva pelos jovens.

O sucesso é uma ciência exata que todos podem aprender. Aprender a ser primeiro para depois fazer e por consequência ter.

Meu sonho é conseguir transmitir essa certeza para mais pessoas. Não tenho do que reclamar, pois muitas já tem colocado em prática e colhem resultados por isso, mas, infelizmente, outros acham que os textos são motivadores e bonitinhos, mas parece que ainda estão presos à boiada e entorpecidos pela ilusão da estabilidade, mergulhados em referenciais que são muito abaixo do desejável e que, por isso, entram e saem das semanas sem sair do lugar.

Desperdiçam seu potencial, usando os textos do GV apenas como entretenimento massageador da alma para deixar seu cérebro ainda mais obeso. Sim, conhecimento não colocado em prática produz obesidade cerebral. Por isso, acabam não usando este conteúdo como combustível e conhecimento para transformarem seus sonhos em realidade. O que falta? Apetite. E, estando sem fome, conformam-se com migalhas.

Em 2014, fez três anos que estou aqui todos os dias, 365 dias por ano, dias úteis, fins de semana e feriados, fielmente, enviando-lhe uma mensagem. O que quero em troca? Apenas ter a certeza de que sua vida seja transformada assim como transformei a minha. Estou devolvendo para o mundo um pouco do que aprendi.

Eu não sou melhor do que você. Então, por que não descobrir que o mundo é muito mais do que aquilo que lhe foi apresentado?

Comentários

comentários