__casal

Você é invejoso ou intolerante?

Há sentimentos considerados pouco nobres e que são muito difíceis de serem admitidos, mas que, no entanto, são mais comuns do que se imagina. O primeiro deles é a INVEJA. Você já viu alguém assumindo que é invejoso? Por definição, inveja é o sentimento de desgosto pelo bem alheio. Logo, se você, ao saber que o seu amigo foi promovido não se sentiu feliz por ele, tudo indica que você é um invejoso. Se, ao saber que um amigo foi promovido, enriqueceu ou encontrou o amor de sua vida, você ficou triste ou com raiva porque sua hora nunca chega, sinto lhe informar que você é um invejoso. Invejosos são pessoas sofridas e gastam sua energia produtiva nutrindo esse sentimento em vez de aplicá-la na conquista do que tanto desejam. Se você sofre desse mal, procure um profissional para se tratar.

Um outro sentimento muito difícil de se admitir, mas que, no entanto, também é muito frequente é a INTOLERÂNCIA. Por definição, intolerância é a falta de uma boa disposição para ouvir com paciência opiniões opostas às suas. Saindo do campo das ideias, tem gente que é intolerante ao leite, pois seu organismo reage mal quando ingere leite. Outros são intolerantes às substâncias contidas nos frutos do mar. Se comem um camarão, por exemplo, precisam correr para um hospital, correndo risco de vida.

Se você sente repúdio, vontade de vomitar, nojo, raiva ou qualquer sentimento de repulsa por ideias partidárias, filosofias, ideologias políticas ou religiosas contrárias às que você acredita, você é INTOLERANTE. A propósito, a intolerância é uma das principais razões para guerras, discórdias, mortes e a razão pela qual o mundo tem sido um lugar a cada dia mais difícil de se viver.

Agora imagine uma pessoa que seja INVEJOSA e INTOLERANTE ao mesmo tempo. Bem, em épocas de eleições, quando os ânimos se afloram, as máscaras caem e podemos observar essa patologia presente nos discursos políticos, inclusive nas redes sociais.

Minha recomendação é que, se você deseja que o Brasil seja um lugar de paz e boa convivência entre as classes, opções sexuais e diferentes raças e religiões, não vote em candidatos que expressem qualquer tipo de intolerância, que promovam o confronto entre os diferentes, que façam parte de militâncias contenciosas, aquelas que brigam, quebram, gritam e repudiam ideologias com as quais não se familiarizam. Geralmente, eles costumam usar adjetivos depreciativos para os seus opositores e os divulgam para seus seguidores, banalizando a intolerância como meio de militância de suas ideias.

Um país é resultado de sua ideologia, forma de pensar e comportamento de sua população. Não permita que os valores sejam invertidos. Lembre-se de que os alemães não eram um povo idiota e mal educado quando Hitler os liderou ao ponto em que conhecemos na história. Tampouco a Venezuela tinha um povo com um baixo nível de inteligência quando Hugo Chaves os levou ao caos em que vivem hoje.

Isso significa que líderes manipuladores invertem os valores da sociedade e, em troca de suas ambições políticas e crenças equivocadas, são capazes de tudo, inclusive de corromper em nome de um suposto bem maior, controlar as instituições e de usar a própria democracia para instituírem uma ditadura ideológica, invejosa e intolerante.

Comentários

comentários