unnamed

Seu emprego pode estar com os dias contados

Com a invenção do carro, em poucos anos, os cavalos ficaram desempregados. Talvez você ainda não tenha percebido, mas os empregos estão acabando e em não mais do que duas décadas, é possível que 50% do que se considera ser um emprego hoje simplesmente não existirá.

Motivo? Robôs. Achou que isso é assunto de filmes de ficção? Não. Neste momento, muitos empregos que há décadas eram feitos por humanos já são feitos por máquinas ou por softwares.

E qual é a tendência? De acordo com Frederico Pistono, autor de Robots Will Steal Your Job, But That’s OK (Robôs vão roubar seu emprego, mas tudo bem), 50% dos postos de trabalho hoje conhecidos serão ocupados por robôs. Por que os robôs ocupariam esses postos de trabalho? Simples, eles se tornarão mais baratos, trabalharão 24 horas por dia e, o principal, errarão muito menos do que você.

“Flávio, como você pode afirmar que isso vai acontecer?” Não, amigo, já está acontecendo nas últimas décadas. Estou apenas dizendo que a velocidade tem aumentado e vai aumentar ainda mais, já que a tecnologia cresce a passos largos e, por isso, robôs são capazes de realizar com mais eficiência tarefas que antes apenas os humanos eram capazes de fazer, em todas as áreas, como transporte, atendimento ao cliente, na medicina, no direito etc.

Não estou afirmando que isso seja bom. Estou dizendo que é inevitável. Digo também que representa uma enorme oportunidade para os empreendedores deste novo mundo. Gente que não se acomoda, não tem medo de mudanças e deseja conquistar seu lugar em sua existência.

Achou loucura? Não seja surpreendido pela história. Anteveja e largue na frente. O mundo em que vivemos hoje já é bem diferente daquele que nos foi apresentado quando pousamos neste planeta, diferente de 10 anos atrás e, por isso, posso afirmar por analogia que ele também está absolutamente obsoleto em relação ao que nos espera no futuro.

Seja este um cenário melhor ou pior, quero continuar me divertindo e empreendendo. A propósito, sugiro o mesmo a você e, por isso, de preferência comece já. No entanto, uma das coisas que eu também quero fazer no futuro é criar uma ONG para ajudar os que não foram capazes de se adaptar a essa nova realidade. Talvez este seja o futuro do GV.

Prepare-se. O emprego já era!

Comentários

comentários