39_je-suis-charlie

Para refletir com os casos da França e dos EUA

Na França, 12 franceses foram assassinados e mais de 1 milhão de pessoas foram às ruas de Paris, num total de mais de 3 milhões de pessoas nas ruas em toda a França, para dizer não ao terrorismo. Enquanto isso, o poder público trabalha contra o relógio para tentar provar que é competente para resolver o problema.

Quando a opinião pública se une, os políticos tremem.

Nos EUA, um negro americano foi assassinado por um policial e centenas de milhares se manifestaram em todo o país para dar um basta no absurdo que eles consideraram ter sido o julgamento desse policial. Enquanto isso, o poder público trabalhou contra o relógio para tentar achar uma solução a fim de atender à exigência da população.

Quando a opinião pública se une, os políticos tremem.

Já no Brasil, quase 60 mil brasileiros são assassinados todos os anos, enquanto o país mergulha num mega escândalo de corrupção que destruiu grande parte do valor da maior estatal brasileira. Como resultado, meia dúzia vão às ruas para reclamar de novo do preço das passagens de ônibus, alegando ser “pelo que representa”. Enquanto isso, o poder público trabalha tranquilo para tentar se defender de mais uma acusação de corrupção que deve ficar por isso mesmo.

Quando a opinião pública se une, os políticos tremem.

Enquanto os brasileiros continuarem conformados com as mentiras que os políticos contam nas campanhas eleitorais, agindo exatamente de forma oposta depois de eleitos, o Brasil continuará sendo um país que ninguém leva a sério.

Comentários

comentários