01-O desperdício de gerações

O desperdício de gerações

Anos de educação pública ou privada, nas piores ou nas melhores escolas, não cobrem sequer o básico para alguém ser bem sucedido no mundo real. Quem chegou lá honestamente é porque é curioso, intuitivo, pesquisou ou aprendeu com alguém.

Você pode perguntar: Flávio, o que você considera ser o básico para alguém ser bem sucedido profissionalmente? Em cada um desses tópicos, seria possível falar por mais de uma hora sobre seus benefícios práticos:

1. Saber identificar e lidar com suas emoções.
2. Liderança.
3. Capacidade para se comunicar em público.
4. Saber escrever bem.
5. Matemática financeira.
6. Habilidades sociais para construir uma rede de relacionamentos.
7. Compreensão básica sobre mercados de capitais.
8. Estudar casos de jovens empreendedores de sucesso.
9. Compreensão sobre as várias disciplinas do direito: consumidor, comercial, trabalhista, tributário…
10. Relações humanas, tanto no ambiente profissional como no familiar: relacionamento com cônjuge e filhos.
11. Serviços sociais para desenvolvimento de empatia e cidadania.
12. Identificação de problemas a fim de criar soluções. Algumas dos soluções transformam-se em bem estar social ou novos produtos.
13. Compreensão sobre o impacto sociológico e mercadológico da tecnologia.
14. Ser capaz de se comunicar em inglês.

Vou parar por aqui para o post não ficar muito longo.

Milhões de estudantes passam anos enfileirados em salas de aulas para serem despejados num mundo bem diferente da bolha do sistema educacional.

Um enorme desperdício.

Comentários

comentários