2- Errar é humano

Errar é humano, mas mata

Mais de 1.2 milhão de pessoas morrem por ano em acidentes de trânsito em todo o mundo. Somente enquanto você lê este textos, três pessoas vão morrer pelas ruas das cidades mundo afora. Nos EUA, 94% dos acidentes de trânsito são atribuídos a erros humanos.

Mortes no trânsito estão entre as dez principais causas de mortes em todo o mundo, ao lado de doenças como Aids, pneumonia e cardiopatias. Os acidentes de trânsito se equivalem a um atentado nas torres gêmeas por dia em quantidade de mortes.

Com a tecnologia atual, de acordo com as estatísticas, se todos os carros do mundo fossem substituídos por carros autônomos (carros que dirigem sem a interferência de um humano), estima-se que o número de mortes no trânsito poderia ser reduzido para cerca de 400 mil, salvando a vida de mais de 800 mil pessoas por ano. No entanto, com o rápido avanço das tecnologias e dos algoritmos utilizados nos softwares de automação dos carros autônomos, estima-se que seria possível reduzir em mais de 90% o número de acidentes fatais, salvando mais de 1 milhão de vidas por ano.

Diante desses números, é possível dizer que em breve os humanos serão proibidos de dirigir. Se isso realmente acontecer, os motivos seriam dois:

1. Errar é humano
2. Estabilidade não existe

Comentários

comentários