11

Assista ao vídeo e depois leia

O vídeo está diponível no Globo.com e você pode acessar clicando aqui.

Se não deixar de lado esse empreendedorismo que o trouxe até aqui (sim, vender serviço de engraxate é empreendedorismo), o Joaquim ainda vai chegar muito longe, seja como advogado, juiz, promotor ou até com uma rede milionária de 5.000 engraxates sob seu comando.

Sim, depende de cada um de nós a conquista dos nossos sonhos, independentemente das dificuldades que nos rodeia. Quem está verdadeiramente determinado a mudar de vida não vai se conformar em ficar apenas reclamando.

O Joaquim teve uma visão. Enxergou que, com as possibilidades que tinha em suas mãos, engraxando sapatos, ele poderia realizar seu projeto.

O Joaquim teve coragem. Deixou sua cidade e, com sua caixinha nas mãos, se lançou sem medo, sem ser intimidado pelas opiniões contrárias, em direção a Goiânia. Foi admitido na faculdade e, sem garantias, enfrentou o desconhecido.

O Joaquim teve competência. Além de engraxar bem os sapatos de seus clientes, soube contar sua história, conquistou a todos, definiu seu público alvo – juízes e advogados – e começou a criar seu network para conquistar clientes e para sua vida futura de advogado.

O Joaquim teve resiliência – imagina quantas vezes pensou em desistir, mas perseverou. O Joaquim não teve vergonha – imagina quantos em seu lugar não teriam humildade para passar o dia limpando sapatos ou até sendo rejeitado. O Joaquim teve disposição para trabalhar duro todos os dias. O Joaquim estudou, passou na faculdade, teve bom rendimento durante o curso e foi aprovado na OAB, onde a maioria é reprovada.

O Joaquim sentou ao lado de pessoas que as famílias tinham estrutura e pagavam a faculdade para eles. Ele não ficou se sentindo vítima, não criou rivalidade de classe e tampouco se sentiu inferior. O resultado final é o reconhecimento de todos, dos colegas, dos clientes, da imprensa e de todos nós. Joaquim é GV.

Como de costume, essa é a hora em que alguns sempre levantam essa bandeira: “mas ele é uma exceção”. Sim, é verdade, infelizmente ele é uma exceção, porque ele tem uma atitude de exceção, uma determinação de exceção, uma garra de exceção e uma vontade de mudar de vida de exceção.

Não é fácil, mas é possível.

Seja você também uma exceção.

Comentários

comentários